Fundação Minerva atribui bolsas a estudantes são-tomenses para prosseguimento de estudos nas Universidades Lusíada, em Portugal.

Autor: Rita Neto Marques/terça-feira, 11 de fevereiro de 2020/Categorias: Notícias, Protocolos

Rate this article:
5.0

A Fundação Minerva – Cultura ­– Ensino e Investigação Científica, entidade instituidora das Universidades Lusíada, celebrou, no dia 29 de Janeiro de 2020, um acordo de colaboração com o Ministério da Educação e Ensino Superior de São Tomé e Príncipe.

A celebração do acordo decorreu em São Tomé e Príncipe, por ocasião de uma conferência internacional promovida pela Universidade Lusíada de São Tomé e Príncipe e pelo Governo Regional do Príncipe, com o apoio do Centro Lusíada de Investigação em Política Internacional e Segurança (CLIPIS) e do Centro de Investigação em Organizações, Mercados e Gestão Industrial (COMEGI), onde estiveram presentes o Prof. Dr. João Duarte Redondo, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Minerva e Chanceler das Universidades Lusíada, o Prof. Doutor José Francisco Pavia (coordenador do CLIPIS), a Prof.ª Doutora Paula Rodrigues (investigadora do COMEGI) e o Mestre Miguel Guerreiro (investigador do COMEGI). 




Ilustração 1 – Prof. Dr. João Duarte Redondo e Mestre Julieta Isidro Rodrigues, Ministra da Educação e Ensino Superior de São Tomé e Príncipe, durante a assinatura do acordo de colaboração entre a Fundação Minerva e o referido ministério.


Ao abrigo deste acordo, a Fundação Minerva assegurará a inscrição e a matrícula de dois estudantes bolseiros por curso, indicados pelo Ministério da Educação e Ensino Superior de São Tomé e Príncipe, que reúnam os requisitos académicos necessários ao ingresso no ensino superior português, nos cursos de licenciatura e mestrado existentes e em funcionamento na Universidade Lusíada (Lisboa e Norte Porto e Vila Nova de Famalicão), desde que estes não se encontrem em funcionamento na Universidade Lusíada de São Tomé e Príncipe. Deste modo, os estudantes bolseiros ficarão isentos do pagamento da propina anual de frequência.


HTML5 Vídeo

Ilustração 2 – Cobertura televisiva da assinatura do acordo de colaboração (Televisão São-tomense [TVS], 2020).

Esta colaboração decorre dos contactos estabelecidos entre ambas as entidades, mediados pela Universidade Lusíada de São Tomé e Príncipe, nomeadamente pelo Arqt. Liberato da Mata Moniz, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Atena – Cultura – Ensino e Investigação Científica, entidade instituidora da Universidade Lusíada de São Tomé e Príncipe.

A Fundação Minerva e o Ministério da Educação e Ensino Superior de São Tomé e Príncipe concretizam, assim, o objectivo comum de contribuir para o desenvolvimento educacional, social e cultural, bem como de promover a formação e a investigação em diferentes áreas do conhecimento.

Print

Número de visualizações (581)/Comentários (0)

Tags:
Rita Neto Marques
Rita Neto Marques>

Rita Neto Marques

Other posts by Rita Neto Marques

Please login or register to post comments.